sexta-feira, 23 de novembro de 2012

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM PRÁTICAS PEDAGÓGICAS



PORTARIA Nº 9.483/2012
O SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, considerando a necessidade de promover a valorização dos profissionais da educação,
RESOLVE
Art. 1º Fica instituído o Curso de Atualização em Práticas Pedagógicas, no âmbito da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, destinado aos Professores e Coordenadores Pedagógicos, enquadrados nos termos da Lei nº 10.963, de 2008, objetivando fortalecer a qualidade da Educação Básica no Estado da Bahia. 
Art. 2º O Curso será realizado na modalidade de educação a distância, fazendo uso de uma estrutura tecnológica e metodológica que possibilitará aos professores e coordenadores pedagógicos acessá-lo por meio de ambiente virtual de aprendizagem.
Art. 3º O Curso terá a carga horária integral de 120 (cento e vinte) horas e será constituído por duas etapas, com dois módulos de 30 (trinta) horas cada, conforme disposto no anexo único desta Portaria.
Art. 4º A inscrição no Curso deverá ser realizada no período de 22 de novembro a 06 de dezembro de 2012, e estará disponível no endereço eletrônico www.cead.unb.br/bahia.
Art. 5º Caberá ao Instituto Anísio Teixeira (IAT) a coordenação deste Curso.
Art. 6º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ANEXO ÚNICO
CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM PRÁTICAS PEDAGÓGICAS
PRIMEIRA ETAPA:
1º módulo: Escola, organização curricular e prática docente – conceitos principais (30 h)
Conteúdos, currículo e avaliação. A importância da interdisciplinaridade e da transversalidade na organização do ensino e na formação dos professores e estudantes. Pesquisa aplicada a educação básica: a prática docente em foco. A utilização dos indicadores educacionais como subsídio ao planejamento e acompanhamento da aprendizagem, na perspectiva do combate ao fracasso escolar. A utilização dos indicadores educacionais a partir dos relatórios diagnósticos da rede e instrumentos de gestão (Plano de intervenção da Unidade Escolar, Relatório parcial do plano de intervenção do Projeto de monitoramento, acompanhamento, avaliação e intervenção pedagógica – PAIP). Avaliação do processo educativo: natureza, procedimentos técnicos e resultados. A matriz de avaliação do ENEM e do Avalie: revelações acerca do funcionamento de sistemas educativos. Educação Integral: o diálogo entre os programas estruturantes da SEC e os Programas Mais Educação, Ensino Médio Inovador e Pronatec como fomento à educação integral e à possibilidade de reestruturação curricular da Educação Básica.
2º módulo: Instrumentos Pedagógicos e a melhoria da preparação e dinamização de aulas (30 h)
Livro didático e sua influência na estrutura do currículo escolar: potencialidades e desafios. Conteúdos digitais já produzidos e disponíveis para os sistemas de ensino: planejamento de aulas e renovação didática. Trabalho escolar organizado por grupos coletivos em sala de aula. Textos temáticos impressos ou digitais: reorganização de aulas, contextualização de conteúdos e apelo hipertextual na compreensão de conteúdos multirreferenciados. Mídias educativas, objetos educacionais diversos e abertura didática para a pedagogia da imagem e para as tecnologias da informação e comunicação: applets, modelagem, vídeos, simulações e outros instrumentos, mídias e softwares.

SEGUNDA ETAPA:
3º módulo: Práticas Pedagógicas (30 h)
Procedimentos técnicos e institucionais de planejamento de ensino: plano de ensino e correspondência entre expectativas no contexto de cada disciplina escolar e desenvolvimento do currículo formal. O conceito de currículo planejado e currículo em ação de Michael Young; a noção de fronteiras e relações entre conhecimentos - a partir de Bernstein -, e o planejamento de ensino; estruturas de conhecimento registradas no planejamento de ensino e as implicações alusivas a Pierre Bourdieu: conseqüências para as aprendizagens; modelos de planejamento de ensino; o papel do conceito de competência de Perrenoud, para as aprendizagens. Exercícios práticos de concepção e organização de planos de ensino, com base em documentos e formulários da jornada pedagógica produzidos pela Superintendência da Educação Básica (Sudeb): o suporte dos referenciais das áreas de conhecimento ou de Pedagogia, nos termos definidos a seguir.
. Ciências Humanas: Leitura e análise da realidade social com ênfase nos aspectos espaciais, históricos, sociológicos, filosóficos e culturais em conjunto com as práticas de ensino voltadas para as potencialidades da comunicação cartográfica, do uso das linguagens de representação gráfica, leitura imagética de mapas, esquemas, fotografias e ilustrações, linhas de tempo, eixos temáticos e jogos.
. Linguagens: práticas de leitura (gêneros textuais verbais e não verbais), produção e interpretação de textos.
. Ciências da Natureza: práticas de ensino com foco no caráter experimental das ciências da natureza, para além do verificacionismo; nos experimentos de microescala e materiais de baixo custo e do cotidiano; nos jogos didáticos de Física, Química e Biologia; na representação de informações espaciais em modelagem ambiental.
 . Matemática: perspectiva para práticas de ensino com ênfase na resolução de problemas nos sistemas numéricos e sua aplicação ao cotidiano, bem como para a coleta e organização de dados para o tratamento da informação e modelagem matemática e, ainda, para o manuseio de dobraduras e modelos de estruturas geométricas.
. Pedagogia: prática pedagógica com ênfase nos atributos específicos à instituição escolar, naquilo que se refere à melhoria dos processos de planejamento de aulas, de construção de instrumentos de avaliação, de organização de projeto pedagógico escolar, de rotinas metodológicas próprias dos componentes curriculares, de articulação de material pedagógico que conduza à contextualização dos conteúdos e às relações interdisciplinares.
4º módulo: Projeto de intervenção pedagógica (30 h)
A realidade do funcionamento escolar: a dinâmica pedagógica implícita ao ensino e à aprendizagem; a gestão da aprendizagem a partir dos indicadores educacionais, da articulação entre os procedimentos para o sucesso da escolarização, da avaliação (interna e externa) do processo educativo e seus resultados, dos processos organizativos da aula e seus efeitos nos estudantes, das práticas pedagógicas convergentes com o sucesso da escolarização. As expectativas de aprendizagem vinculadas aos referenciais curriculares das áreas de conhecimento e da área pedagógica.

Disponível no endereço eletrônico www.cead.unb.br/bahia




novas orientaçãos


http://www.iat.educacao.ba.gov.br/node/3810  

em 14/12/12




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário